Celesc é a segunda melhor distribuidora do Sul e a quinta melhor do Brasil

Celesc é a segunda melhor distribuidora do Sul e a quinta melhor do Brasil

- in Santa Catarina
428
Comentários desativados em Celesc é a segunda melhor distribuidora do Sul e a quinta melhor do Brasil

A Celesc, mais uma vez, foi destaque no Prêmio ANEEL de Satisfação do Consumidor. Na última sexta-feira, dia 22, a Agência Nacional de Energia Elétrica reconheceu a distribuidora catarinense como a segunda melhor avaliada na região Sul entre as que atendem mais de 400 mil unidades consumidoras. E, no ranking nacional, na categoria empresas de grande porte, ficou em quinto lugar entre as 33 distribuidoras concorrentes.

A RGE foi a campeã na região Sul, enquanto a Energisa Paraíba conquistou o primeiro lugar nacional. O evento de premiação ocorreu na sede da ANEEL, em Brasília.

O presidente da Celesc, Tarcísio Rosa, ressaltou que a Celesc é uma referência nacional pela eficiência, qualidade e competência técnica dos empregados. “Este é mais um prêmio que reconhece o compromisso, a dedicação e o trabalho da Celesc como um todo. Somos uma empresa que tem como foco os interesses e as necessidades dos clientes. Estamos trabalhando, ao lado do governador Jorginho Mello, por uma empresa cada vez mais forte e eficiente”, ressaltou o presidente, que acompanhou a premiação ao lado de comitiva da Celesc.

As empresas premiadas tiveram as melhores colocações no Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor (Iasc). De agosto a novembro de 2023, foram entrevistados 29.474 consumidores em 625 municípios pela empresa de pesquisa de opinião pública Qualitest Inteligência em Pesquisa, sobre o grau de satisfação com relação aos serviços prestados pelas distribuidoras, qualidade do fornecimento de energia, atendimento e confiança na distribuidora.

Em 2023, a Celesc foi reconhecida pela Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee) como a melhor distribuidora de energia elétrica da região Sul do Brasil. Também ficou em segundo lugar no prêmio internacional da Comissão de Integração Energética Regional (CIER), na categoria de empresas com mais de 500 mil consumidores.

Facebook Comments

You may also like

Santa Catarina registra 30 municípios afetados pelas chuvas e sete em situação de emergência

Quanto aos danos e prejuízos, chegaram a 194 pessoas desalojadas, sendo 20 no município de Biguaçu, duas pessoas em Imbituba, duas pessoas desalojadas em Tubarão, 120 desalojadas em Paulo Lopes, e já em Palhoça 50 desalojados e 11  desabrigados.