Tradição das Bolachas de Natal passa de mãe para filha

Tradição das Bolachas de Natal passa de mãe para filha

- in São Bento do Sul
1591
Comentários desativados em Tradição das Bolachas de Natal passa de mãe para filha

Dona Deolinda completou 23 anos de confeiteira e agora passou a missão para a filha Célia

São Bento do Sul

Todos os anos ela reservava horas e horas para iniciar a produção de Bolachas. Dona Deolinda Para ela não tinha segredo produzir bolachas de Natal, tinha que ser feito com amor e dedicação. Devido aos problemas de saúde dona Deolinda passou a missão para a filha Célia, que se dedica a produção.
São Bento do Sul

A dona Deolinda Minikoski Reckziegel, com seus 70 anos, há pelos menos 23 anos reservou os últimos meses do ano para iniciar a produção de bolachas para o Natal, que fizeram a alegria de muitas crianças e adultos nesta época do ano. Agora a missão passou para mais uma geração a filha Célia que pretende dar sequencia a tradição
Quando a reportagem chegou na cozinha, o cheiro das bolachas prontas para o consumo, remeteram as bolachas que nossas avós faziam antigamente.
Dona Deolinda comenta que a produção em grande escala começou ainda quando ela residia no centro de Campo Alegre, há 24 anos, e também na Localidade de São Miguel.
Para Dona Deolinda não existe segredo nenhum fazer bolacha, e ter clientela fixa o segredo ” Fazer com muito amor e dedicação”, revela
Os formatos das bolachas remetem ao Natal com os tradicionais pinheirinhos, estrelas, sinos , botas e coração são os desenhos favoritos.
Célia revela que Dona Deolinda sempre ensinou a “arte’ de fazer bolachas, tudo pesado e medido para ficar sempre com o gosto de quero mais.
Célia lembra que a especialidade também produzida é a bolacha de melado e beijo baiano. O melado é adquirido direto da usina. “As crianças e adultos adoram”, revela Célia que lamenta que sua mãe teve que parar a produção devido aos problemas de saúde, mas os pedidos foram tantos que ela teve que assumiu a condição de confeiteira.
Também existem kits preparados especialmente para o Natal em formatos de trenós

Paciência e dedicação
Para quem pensa que é fácil produzir as bolachas está enganado, são 24 horas desde a massa, passando pelo forno até a pintura final que são os desenhos. “Além da técnica tem que ter muita paciência e amor e isso a mãe Deolinda ensinou”, revela Célia

Para quem desejar Célia ainda está aceitando encomendas informações pelo telefone: 9 9107 3263


Facebook Comments

You may also like

Procon busca prevenir golpes em idosos

GERAL  “”Para ajudar idosos a evitarem essas investidas, o