Selo “Autista a bordo” é aprovado na Comissão de Transportes

Selo “Autista a bordo” é aprovado na Comissão de Transportes

- in Brasil
210
Comentários desativados em Selo “Autista a bordo” é aprovado na Comissão de Transportes

A Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano aprovou, nesta terça-feira (28), parecer favorável ao projeto de lei que institui o selo “Autista a Bordo”. O PL 145/2024 é de autoria do deputado Dr Vicente Caropreso (PSDB) e foi relatado pelo deputado Lunelli (MDB).

A iniciativa prevê a identificação com adesivos de automóveis que transportam pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Essa identificação visa diminuir as buzinas para o veículo identificado com o selo, já que a maioria dos autistas têm sensibilidade auditiva.

Segundo Lunelli, o projeto é importante pois “não temos noção do quanto isso interfere na vida deles. Porque muitos não suportam barulho, ficam agitados”. O relator da matéria ainda disse que “com esse selo nós conseguimos ter um pouco mais de consciência, de entendimento, em relação a essas pessoas”.

O projeto ainda deve ser analisado pela Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência antes de ser votado em Plenário.

Estadualização de rodovia
Durante a reunião da Comissão de Transporte e Desenvolvimento Urbano também foi aprovado o Projeto de Lei 170/2023, de autoria do deputado Oscar Gutz (PL). O projeto, que foi relatado pelo deputado Massoco (PL), prevê a estadualização do trecho da Rodovia 340 que liga os municípios de Witmarsum a Vitor Meireles.

Segundo a justificativa da proposta, a estadualização possibilitará uma maior aplicação de recursos para implementar medidas de segurança e de melhorias da pista.  A matéria, aprovada nas comissões de Constituição e Justiça, Finanças e Tributação e de Trabalho, Administração e Serviço Público, agora segue para votação em Plenário.


Com a colaboração de Cintia de Oliveira

Facebook Comments

You may also like

Microexplosão atinge município gaúcho de São Luiz Gonzaga

De acordo com levantamento da prefeitura, cerca de 1.200 residências, quatro escolas, dois postos de saúde, o prédio da Secretaria municipal de Saúde, o Museu Arqueológico e diversos estabelecimentos comerciais foram destelhados por ventos fortes e queda de granizo”, informou, em nota, a Defesa Civil.