Vítimas de acidente serão sepultadas neste sábado

Vítimas de acidente serão sepultadas neste sábado

- in Santa Catarina
206
0

Os corpos das seis vítimas do acidente que envolveu um carro da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Cecília, , são velados desde a tarde desta sexta-feira (13) na cidade. Os velórios ocorrem no Ginásio Municipal Aristeu Fernandes e na capela mortuária de Santa Cecília. Os corpos chegaram no começo da tarde.

O acidente ocorreu por volta das 17h30 de quinta (12) no km 53 da SC-418, em Campo Alegre, no Norte catarinense. Segundo a PMRv, morreram no local o motorista e quatro passageiras do carro, uma Spin. Uma sexta passageira (o carro possui sete lugares) ficou ferida gravemente e foi encaminhada ao hospital. Por volta de 20h30,

Velórios
De acordo com a prefeitura, os corpos do motorista do carro, Alaor Rodrigues, de 68 anos; da agente de saúde Beatriz Pereira dos Santos, 43; da técnica de enfermagem Edna Ribeiro, 38; e de Clenir Salete Reichert Izotton, 57; são velados no ginásio municipal.

Maria Antônia Alves Góis, de 67 anos, e a filha dela Elosa Aparecida Góis, de 50, são veladas na capela mortuária

Cinco vítimas serão enterradas no cemitério municipal Rodolfo Goetten, em Santa Cecília. A cerimônia de sepultamento está prevista para iniciar às 8h deste sábado (14). Já o corpo de Clenir Izotton será levado para Curitibanos, no Oeste catarinense, onde será cremado. As cinzas serão encaminhadas para o Rio Grande do Sul, onde a vítima nasceu.

Todas as pessoas que morreram moravam em Santa Cecília. A prefeitura informou que dois veículos da Secretaria de Saúde circulavam na região no horário do acidente. O assessor de comunicação, Teddy Júnior, disse que os carros levaram pacientes para um hospital em Joinville, e voltavam da cidade.

Segundo a prefeitura, Maria Antônia Góis precisou se deslocar para Joinville onde recebeu atendimento oftalmológico. A filha Elosa Góis a acompanhava. Clenir Izotton fazia tratamento nos rins.

Já Beatriz Pereira dos Santos era agente de saúde, mas tinha viajado para uma consulta no oftalmologista. Edna Ribeiro era cunhada e acompanhava Beatriz. Ela era técnica de enfermagem da Secretaria Municipal de Saúde, mas estava de férias. Alaor Rodrigues era motorista e viajava com pacientes há mais de 30 anos.


Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Decretada prisão preventiva de mulher que incendiou casa com três filhos trancados

A filha de 13 anos conseguiu quebrar uma janela e sair com os dois irmãos, de 11 e 10 anos. Ela contou que a família chegou ao Brasil há quatro meses. Outros três filhos da suspeita estão no estado de Roraima.