Situação de emergência na Rua Jaraguá do Sul

Situação de emergência na Rua Jaraguá do Sul

- in São Bento do Sul
202
1
[metaslider id="28610"] [metaslider id="46903"]

Você já sabia da novidade? 👀 ESTÁ LIBERADO EMPRÉSTIMO CONSIGNADO PARA BENEFÍCIOS LOAS E BPC!! 🤑👏👏
💙Para saber mais você pode me chamar no WhatsApp clicando no link a seguir: https://bit.ly/Simular_ja

Nesta quarta-feira (22) foi realizada nova reunião para tratar sobre o risco iminente de desmoronamento na Rua Jaraguá do Sul, no bairro 25 de Julho. Para agilizar o atendimento e suporte às famílias, um decreto de Situação de Emergência da área será assinado pelo prefeito Antonio Tomazini. Por meio do decreto, a Prefeitura pode solicitar apoio a órgãos estaduais e federais para dar suporte aos moradores que terão de deixar suas casas.

De acordo com o diretor da Defesa Civil municipal, Vilmar Kravec, já foi realizada uma vistoria no local, juntamente com engenheiros da Secretaria de Planejamento, para tentar criar um novo acesso a algumas das casas que podem ficar isoladas em caso de desmoronamento da encosta. Porém, isso não será possível pois o local é Área de Preservação Permanente (APP).

Ainda nesta quarta-feira, também esteve no local representantes da Secretaria de Assistência Social e Defesa Civil fazendo levantamento das famílias existentes na área, contabilizando não somente os moradores, mas identificando quantas são crianças, idosos ou mesmo animais de estimação. Também os moradores foram alertados sobre a necessidade de deixar o local devido ao risco.

O secretário de Planejamento, Ariel Stricker, explicou que uma análise do local foi realizada por geólogo da Amunesc, o qual identificou que trata-se de APP, inclusive com a existência de nascentes na área. Por conta disso, a Prefeitura não pode, por força de lei, realizar qualquer trabalho no local.

A reunião ainda contou com a presença de representantes da Empresa Municipal de Habitação (Emhab), Celesc, Samae, Departamento de Trânsito (Detru), Corpo de Bombeiros, secretarias de Obras, Administração e de Educação, e representante da Defesa Civil Estadual.

Interdições

O problema das rachaduras e ameaça de desmoronamento da via surgiu no início de junho, tendo se agravado alguns dias depois, obrigando à interdição de duas residências. Uma delas estava habitada e a família agora conta com apoio do aluguel social repassado pela Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social. A outra casa estava desocupada.

Um geólogo da Amunesc foi chamado para analisar o local, constatando risco iminente de desmoronamento da área, sugerindo então a interdição de outras cinco residências. Nesta terça-feira a Prefeitura decidiu pela interdição destes imóveis. No entanto, na parte de baixo da área ainda existem outras casas, as quais não correm risco imediato. Porém, estas casas podem ficar isoladas em caso de desmoronamento.

Como os imóveis estão em Área de Preservação Permanente, caso a rua desmorone e rompa parte de abastecimento de água e de energia elétrica, estes serviços não poderão mais ser religados nos imóveis.

Para receber as famílias que não tenham local para ir, a Prefeitura de São Bento do Sul também prepara um abrigo temporário.
Viviane de Vargas Miranda

Departamento de Comunicação



Facebook Comments

1 Comment

  1. onde esta a materia da reportagem feita com os moradores no dia de ontem?23/06?
    pq so publicam a versao das autoridades e nao a do povo?
    vamos fazer justiça e contar quem foi que deixou acontecer isso na rua
    ninguem fala dos serviços que a samae deixa pela metade e acaba em prejuizo a populaçao ne
    uma lastima……
    falar que estao prestando apoio as familias e facil, porem ate agora ninguem foi beneficiado com nada…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may also like

São Bento registra mais duas mortes por Covid 19

Casos ativos somam 114