São Bento do Sul registra 1075 demissões em 2023. Santa Catarina criou 62.7 novos empregos

São Bento do Sul registra 1075 demissões em 2023. Santa Catarina criou 62.7 novos empregos

- in São Bento do Sul
594
Comentários desativados em São Bento do Sul registra 1075 demissões em 2023. Santa Catarina criou 62.7 novos empregos

Santa Catarina fecha 2023 com 62,7 mil empregos formais criados

Santa Catarina fechou o ano de 2023 com a criação de 62,7 mil empregos formais. O saldo positivo foi construído principalmente pelos setores de serviços, responsável por 46,3 mil novas vagas. O comercio vem em seguida com a geração de 11,8 mil postos de trabalho. A indústria também teve destaque, com 3,8 mil carteiras assinadas.

Dentro dos números da indústria, o destaque foram os 6 mil empregos criados pelo ramo da construção. É o segundo ano consecutivo que a construção contribui positivamente para os números da indústria, acompanhando a melhora nos gastos familiares, como revela o Observatório da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc).

Para o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços, Silvio Dreveck, os números devem ser comemorados: “Mais uma vez, nosso estado se destaca positivamente em relação aos demais estados brasileiros, mesmo considerando que alguns contrataram em maior quantidade, como é o caso de São Paulo, que possui uma população maior. Isso evidencia a capacidade dos trabalhadores, das empresas e o espírito empreendedor catarinense, bem como o apoio das políticas públicas do Governo Estadual, liderado pelo governador Jorginho Mello. Este apoio é fundamental para promover a inclusão social por meio do trabalho formal”, disse Dreveck.

Na lista das Unidades da Federação que mais geraram empregos formais no ano, Santa Catarina ocupa a 6º posição, atrás dos estados mais populosos de São Paulo (+390.719), Rio de Janeiro (+160.570), Minas Gerais(+140.836), Paraná (+87.599) e Bahia (+71.922). Em termos relativos, a expansão do emprego formal em SC foi de 2,67% em 2023, abaixo da média nacional (3,49%), mas acima da região Sul (2,49%).
Os serviços foram o grupamento com o maior saldo, com 46.339 empregos criados em 2023. Dentre os subsetores, chama atenção o aumento do ramo de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, com 20.106 novos empregos (ou seja, 1 de cada 3 empregos novos em SC foram nesse ramo).

No acumulado de 2023, Joinville (+9.428), Itajaí (+6.262) e Florianópolis (+3.679) lideraram a geração de empregos em SC. Negativamente, 86 municípios diminuíram o estoque de trabalhadores em 2023, sendo os piores resultados verificados em Rio do Sul (-376), São João Batista (-770) e São Bento do Sul (-1.075).

Consumo em alta

A estabilização dos preços dos alimentos e o aquecimento do consumo das famílias contribuíram para a geração de 3,5 mil vagas no setor alimentício, dos quais 2 mil novos empregos foram gerados no abate e processamento de carnes. Ainda refletindo o aumento dos gastos das famílias, o ramo das indústrias de produtos químicos e plásticos, que geraram 2,8 mil empregos.

Para a economista Mariana Guedes, do Observatório da Fiesc, a redução nos custos de materiais de construção, especialmente instalações hidráulicas e elétricas, acabou refletindo em outras atividades, como a fabricação de condutores elétricos e tubos e acessórios de materiais plásticos. As vagas criadas pelos ramos de equipamentos elétricos, por exemplo, somaram 1,3 mil em 2023.

Facebook Comments

You may also like

Mobilização Municipal no Combate à Dengue é lançada

Em São Bento do Sul, já são 33 focos identificados e sete casos registrados.