Polícia não tem pistas dos criminosos que assaltaram Caixa Econômica

Polícia não tem pistas dos criminosos que assaltaram Caixa Econômica

- in Piên
214
0


As investigações para tentar deter a quadrilha de criminosos continua, agora a policia irá trabalhar com laudos fornecidos pela pericia. A polícia divulga pouca informações para a imprensa sobre a linha de investigação já que pode atrapalhar nas investigações.

A quadrilha era formada por ao menos sete bandidos assaltou a agência da Caixa Econômica Federal (CEF), da cidade de Piên, na manhã da sexta-feira (8). Segundo comentários de pessoas que residem na região, outros bancos de municípios vizinhos também estariam no alvo da quadrilha.

Durante a ação criminosa em Piên, os bandidos chegaram em um veículo Hyundai HB20, trocaram tiros com a Polícia e feriram gravemente três pessoas. Segundo testemunhas os assaltantes disparam vários tiros de fuzil. Três pessoas foram atingidas de raspão: o gerente do banco e dois clientes, não identificados. Todos foram encaminhados para a Fundação Hospitalar Harry Guido Greipel, em Piên. Um homem identificado por Alcides Trajanoski foi atingido por uma bala no rosto e está internado em estado grave. Ele foi levado para o Hospital Cajuru, em Curitiba, consciente e não corre risco de morte.

Bastante assustada, uma moradora que estava no hospital da cidade, conta que ficou impressionada com a quantidade de tiros disparados. “Estou com as minhas pernas tremendo. Nossa senhora! É muito barulho de tiro, de bomba. Estamos todos trancados aqui atrás no hospital. Está feia a situação. Nunca tinha visto isso, gente”, comentou uma moradora em mensagem via WhatsApp. “A minha filha está no hospital e disse que está chegando muita gente baleada lá. Ela só chora”, comentou outra moradora.

De acordo com as autoridades, guarnições da Polícia Militar das cidades de Rio Negro (PR) e de São Bento do Sul (SC) auxiliaram seguindo para Piên. Outra guarnição da Polícia Rodoviária Federal também seguiu para Piên. Ela foi vista em alta velocidade, depois de passar pelo Trevo do Mato Preto. Uma aeronave da Polícia Militar também foi utilizado pelas autoridades policiais. Todas as saídas da cidade estão fechadas pela Polícia, via Campo do Tenente, Agudos do Sul e são Bento do Sul.

Alguns comerciantes informaram que os bandidos estavam vestidos de preto, encapuzados, fortemente armados e carregavam armas pesadas, como fuzil. Na fuga, eles fizeram um cordão humano para se proteger da reação policial. Uma parte da quadrilha abandonou o carro na entrada do aterro sanitário da cidade (Lixão), na zona rural. Depois eles atearam fogo no veículo para dificultar a ação da Polícia. Um dos bandidos fugiu a pé para um lado e outro seguiu também a pé em direção a localidade de Campina dos Maias. Outros integrantes do grupo seguiram no sentido do Estado de Santa Catarina (SC).

R$500 mil levados
De acordo com informações da agência foram levados cerca de R$500 mil reais.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Câmeras registram crueldade dos ladrões em Piên

Os bandidos agiram com extrema violência, chegaram efetuando disparos de fuzil na agência e feriram quatro pessoas, uma delas em estado grave.Confira o Vídeo Click