Polícia Civil indica queda de mortes violentas e prisão de seis mil pessoas em Santa Catarina

Polícia Civil indica queda de mortes violentas e prisão de seis mil pessoas em Santa Catarina

- in Santa Catarina
421
Comentários desativados em Polícia Civil indica queda de mortes violentas e prisão de seis mil pessoas em Santa Catarina

TwitterEmailWhatsApp

Em 2023, o número de mortes violentas caiu em Santa Catarina. De acordo com os dados divulgados pela Polícia Civil de Santa Catarina, os latrocínios caíram em 52% e os homicídios registraram queda de 4,36%. Os dados se referem ao período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2023.  Outra informação que se destacou na análise dos indicadores foi o cumprimento de mandado de busca e apreensão. Em 2023 foram cumpridos 8.074 mandados de busca e apreensão, representando um aumento de 59,34%, em relação ao ano anterior.

A estatística revelou ainda que foram cumpridos 6 mil mandados de prisão, representando um aumento de 65% em relação a igual período do ano anterior (2022), quando ocorreram 3.624 prisões.

Entre os 6 mil presos, houve 268 prisões fora de Santa Catarina, sendo que 109 no Paraná; 67 em São Paulo; 38 no RS e 13 em Minas Gerais, para citar alguns estados. Os mandados de prisão foram efetivados em 20 estados da Federação em 370 municípios.   

De acordo com o delegado-geral da PCSC, Ulisses Gabriel, o aumento da produtividade da Polícia Civil é reflexo dos investimentos feitos pelo governador Jorginho Mello. Ao longo de 2023, a PCSC recebeu mais de R$ 32 milhões investidos na modernização da frota, na atualização do parque tecnológico e na aquisição de softwares para os laboratórios de tecnologia que apoiam as investigações, entre outros.

Ranking mandados de prisão cumpridos

A análise de produtividade envolvendo mandados de prisão indicou que a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville aumentou o número de cumprimento de mandados de prisão com 326 presos, seguida pela DIC de Lages (278 presos); Blumenau (137 presos); DIC de Chapecó (124 presos); Tubarão (119 presos), DIC Fron/Xanxerê (115 presos); DIC de Itajaí (113 presos); DIC de Jaraguá do Sul (101 presos), 2ª DPCo Fron/Chapecó (87); DIC de Palhoça (87 presos); DECAP/DEIC (77 presos); DIC de Laguna (74 presos) DIC de São José (73).

Ranking mandados de busca e apreensão cumpridos

Com relação a mandados de busca e apreensão cumpridos ao longo de 2023, a DIC de Joinville ocupa a primeira posição com 314 presos, seguida pela Delegacia de Repressão ao Crime organizado (DRACO/DEIC) com 231 presos; DIC Blumenau (164 presos); Delegacia de Defraudações (DD/DEIC) com 159 presos; DIC DE SÃO José (151 presos);  Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/DEIC) com 144 presos; DIC de Lages com 140 presos; Delegacia de Combate às Drogas (DECOD/Capital)  133 presos; Delegacia de Combate à Estelionatos (DCE/Capital) com 124 presos;DIC Fron/Chapecó com 111 presos;  DIC de Itajaí com 97 presos; DIC de Canoinhas (96 prisões e DIC de Tubarão (94 prisões). Do total de 8.074 mandados de busca e apreensão cumpridos, 645 ocorreram em 21 estados da federação  e em 429 municípios.

As informações foram analisadas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, a partir de informações auditadas e fornecidas pelo Núcleo de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança Pública.

TwitterEmailWhatsApp

Facebook Comments

You may also like

Último fim de semana de fevereiro terá sol e chegada de frente fria com risco de chuva volumosa em algumas regiões

De acordo com a Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil (SDC), risco de chuvas intensas