PMSC e Cidasc realizam fiscalização nas fronteiras do Estado

PMSC e Cidasc realizam fiscalização nas fronteiras do Estado

- in Santa Catarina
335
0

A Polícia Militar de Santa Catarina e a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) realizaram na última sexta-feira (7), das 12h às 24h da madrugada deste sábado (8), a Operação Ferrolho III, que teve como principal objetivo proteger as fronteiras de Santa Catarina, pela vigilância de todo e qualquer acesso ao território catarinense.

Participaram também da operação a Polícia Militar do Paraná e a Brigada Militar (RS), que também fizeram o fechamento nas divisas de seus Estados, assim como a Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificou a fiscalização nas rodovias federais.

“Neste período, fiscalizamos armas, drogas, veículos e fizemos uma parceria com a Secretaria de Agricultura, através da CIDASC, pra monitorar a entrada de animais vivos”, afirmou o comandante-geral da PMSC, coronel Araújo Gomes.Segundo ele, o objetivo foi colaborar com a proteção sanitária do Estado e suas licenças de área livre de vacinação, críticas para a economia catarinense.

Números
Atuaram 2.433 policiais e foram fiscalizados ao todo 299 pontos de fronteira. Mais de 14 mil pessoas foram abordadas, sendo 32 presas ou apreendidas. Mais de 10 mil veículos foram abordados, sendo que 218 foram apreendidos e 63 Carteiras de Habilitações foram recolhidas.
Quanto a armas e drogas, a PMSC apreendeu 358 gramas de maconha, 127 gramas de crack, oito comprimidos de ecstasy, além de outros entorpecentes em pequenas quantidades. Também foram apreendidas três armas de fogo e duas armas brancas.

Esses números são referentes a apuração do meio dia de sexta-feira até a meia noite, na madrugada de sábado.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Gean Loureiro, prefeito de Florianópolis, é preso temporariamente em operação da Polícia Federal

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, foi preso temporariamente na manhã desta terça-feira (18) na Operação "Chabu", realizada pela Polícia Federal em Santa Catarina.