Multa de R$ 3,3 milhões em empresa que derramou ácido na Serra Dona Francisca

Multa de R$ 3,3 milhões em empresa que derramou ácido na Serra Dona Francisca

- in Joinville
546
Comentários desativados em Multa de R$ 3,3 milhões em empresa que derramou ácido na Serra Dona Francisca


Valor foi estipulado em um Auto de Infração Ambiental, após acidente que ocorreu na Serra Dona Francisca na última segunda-feira

A empresa responsável pelo caminhão de derramou ácido sulfônico na Serra Dona Francisca, em Joinville, foi multada pelo IMA (Instituto do Meio Ambiente), nesta sexta-feira (2). O valor de mais de R$ 3,3 milhões foi definido junto ao Auto de Infração Ambiental entregue à InLog, por conta do acidente da última segunda-feira (29).



De acordo com o IMA, o valor da multa foi estipulado com base em uma portaria conjunta, que estabelece critérios para este tipo de situação. O valor total foi fixado em R$ 3.352.500,00.

A empresa tem 20 dias para se manifestar, segundo informou o IMA à reportagem do Grupo ND. Nesta manifestação, a InLog pode contestar a multa ou informar que possui interesse em participar de uma audiência de conciliação, onde podem ser apresentadas soluções para um acordo.

Ainda conforme o IMA, a empresa pode buscar a nulidade do Auto de Infração, entre outras possibilidades, dentro dos princípios do contraditório e da ampla defesa, até que todo o processo seja finalizado.

A reportagem do Grupo ND procurou a InLog e solicitou um posicionamento a respeito do Auto de Infração. Até a publicação desta notícia, porém, a empresa não se manifestou. O espaço permanece aberto.

Auto de infração pede ações na Serra Dona Francisca
De acordo com o IMA, a empresa deverá iniciar um amplo monitoramento da fauna e dos recursos hídricos que foram impactados pelo produto derramado, que chegou a atingir o rio Cubatão e interromper o abastecimento de água em 75% da cidade de Joinville.

Caso sejam constatados prejuízos ao meio ambiente na região da Serra Dona Francisca, a empresa deverá providenciar a restauração ambiental, reintrodução de fauna e remediação de área contaminada. A InLog tem prazo de dois dias para responder à notificação e 20 dias para defesa do Auto

Os trabalhos de limpeza da região atingida pelo ácido sulfônico ainda são executados por uma empresa especializada em emergência ambiental, contratada pelos responsáveis pela carga. Ainda há cerca de 20 tonéis de ácido que estão em um local de difícil acesso e precisam ser removidos.

Ainda conforme o IMA, picos de vazamento podem ocorrer na área, e a orientação é que, até a finalização do trabalho de limpeza e dos estudos de impacto ambiental, a população evite contato direto com a água e a vegetação que estão na região onde o acidente aconteceu.

ND Joinville

Facebook Comments

You may also like

Prefeitura de Joinville decreta Situação de Emergência

A Prefeitura de Joinville, por meio do Hospital Municipal São José, informa que o motorista do caminhão que se acidentou na Serra Dona Francisca na manhã desta segunda-feira (29) está em observação em estado estável Bombeiros e policiais estão usando máscaras de segurança e promovendo a retirada das pessoas que moram nas proximidades do acidente.