Moisés assina ordem de missão, e força-tarefa do CBMSC se desloca para Brumadinho

Moisés assina ordem de missão, e força-tarefa do CBMSC se desloca para Brumadinho

- in Santa Catarina
400
0

Na tarde desta terça-feira, 29 de janeiro, o comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) solicitou, formalmente, apoio ao Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC). No ofício, a necessidade demandada foi o envio de homens e mulheres especializados em intervenções em áreas deslizadas para apoio nas operações em resposta ao desastre local.

Neste momento, os bombeiros militares se deslocam rumo a Brumadinho com um caminhão de ajuda humanitária, três viaturas tracionadas para locais de difícil acesso, seis bombeiros militares especialistas em intervenções em áreas deslizadas, quatro binômios (dupla entre cão de resgate e tutor bombeiro militar) e um veterinário especializado em desastres. Além destes recursos, diversos equipamentos específicos para a atividade vão com a equipe, que forma uma das 14 forças-tarefa do CBMSC.

Embora a corporação já estivesse em prontidão nesta semana, o deslocamento para fora do estado apenas foi iniciado após o governador Carlos Moisés assinar uma ordem de missão em comum acordo ao Governo do Estado de Minas Gerais. A previsão de chegada desta equipe é 16h desta quarta-feira, 30, para iniciar os trabalhos de busca e resgate com o serviço de cães envolvido.

Esta equipe deve ficar diuturnamente atuando na área estipulada por oito dias consecutivos, quando uma nova equipe do CBMSC deve fazer a rendição para a subsituição dos homens e mulheres nos trabalhos. Esta alternância deve persistir até o término das operações em Brumadinho (pode durar meses), com o apoio ininterrupto do CBMSC – coordenado com o CBMMG, Governos de Minas Gerais e de Santa Catarina.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Carnaval é cancelado em Barra Velha

Servidores públicos estão priorizando atendimento às famílias atingidas