Detru e Polícia Militar lançam campanha Volta às Aulas

Detru e Polícia Militar lançam campanha Volta às Aulas

- in São Bento do Sul
141
0

O Departamento de Trânsito Urbano – Detru de São Bento do Sul e Polícia Militar, lançam a Campanha Volta às Aulas. O objetivo é repassar orientações de segurança para o trânsito, tanto de motoristas, quanto dos pedestres.

Em fevereiro, o movimento nas ruas aumenta consideravelmente por causa da volta às aulas. Por conta disso, é preciso ter cuidado e atenção com alguns detalhes, em especial durante o trajeto para a escola, para que esse retorno seja o mais seguro e tranquilo possível.

Regularização do transporte escolar
Outro ponto observado pelo Diretor de Trânsito, é a regularização dos veículos de transporte escolar. “É importante que todo proprietário de transporte escolar procure o Departamento de Trânsito para realizar a regularização do transporte para 2019.

A Polícia Militar de São Bento do Sul vai trabalhar juntamente com o Departamento de Trânsito Urbano – DETRU, na volta às aulas no município, desenvolvendo ações de prevenção, orientação e fiscalização nos arredores dos estabelecimentos de ensino e nos veículos destinados ao transporte de escolares.

O trânsito nos arredores das escolas costuma ficar bem complicado nos horários de entrada e saída, portanto os pais devem redobrar os cuidados.

Procure chegar à escola uns minutos mais cedo do que o horário de entrada e, se possível, na saída também chegue alguns minutos depois;

Respeite as regras do trânsito e não pare em fila dupla ou sobre as faixas de pedestres. Se não encontrar uma vaga na porta da escola, dê uma volta no quarteirão e retorne para tentar novamente;

Não dirija em alta velocidade na região e preste atenção nas outras crianças que estão nas ruas;

Instrua as crianças a sempre descerem do veículo pelo lado da calçada e peça que observem antes de abrir a porta;

Crianças de até dez anos devem ir no banco de trás e com cinto de segurança. As menores devem ser transportadas na cadeirinha de segurança ou booster (assento de elevação) adequados à idade;

Verifique sempre as travas das portas e não permita que as crianças abram as janelas e coloquem mãos e braços para fora.

Para quem vai de transporte público

Caso seja necessário pegar ônibus para chegar à escola, alguns cuidados também são importantes:

Evitem pontos e paradas em locais ermos;

Espere o veículo parar totalmente tanto antes de entrar quanto para descer dele;

Cuidado com bolsas e mochilas, que devem estar sempre na parte da frente do corpo;

Não atravesse a rua na frente ou atrás do ônibus, espere ele partir para que tenha completa visão e também seja visto pelos outros veículos.

Para quem vai a pé
Quem mora perto da escola, tem o privilégio de poder ir caminhando, mas também precisa de atenção:

A criança sempre deve ir na parte interna da calçada e de mãos dadas com um adulto;

Não deixe seu filho atravessar a rua sozinho, mesmo que você esteja observando de longe. Acompanhe-o sempre até a porta da escola e oriente-o a olhar duas vezes para cada lado para atravessar, sempre na faixa de pedestres.

A Polícia Militar orienta também aos pais, que pretendem contratar os serviços de transporte escolar para seus filhos, pois existem alguns cuidados que todos os pais precisam observar antes de contratar o serviço.

A legislação de trânsito define regras especificas para garantir maior segurança para seu filho, dessa forma se certifique o contratado possui as autorizações necessárias e obedece ao preceituado pela legislação de trânsito.

Em relação aos veículos, todo veículo prestador de transporte escolar deve:
• Estar registrado como tal junto ao DETRAN do Estado onde a atividade está sendo exercida;
• Serem submetidos à inspeção pelo menos duas vezes ao ano, quando serão verificados os itens obrigatórios como cintos de segurança e retrovisores, entre outros.
• Exibir a faixa amarela com a inscrição “ESCOLAR” à meia altura e em toda a extensão das partes laterais e traseira da carroceria do veículo;
• Possuir equipamento registrador instantâneo de velocidade e tempo, inalterável e em perfeitas condições de uso;
• Possuir lanternas de luz branca, fosca ou amarela dispostas nas extremidades da parte superior dianteira e lanternas de luz vermelha, na extremidade superior da parte traseira;
• Possuir cintos de segurança independentes e em perfeitas condições de uso em cada assento;
• Ser autorizado pelo DETRAN e ter o documento afixado na parte interna do veículo, em local visível, contendo o número máximo de passageiros permitido pelo fabricante;
• Respeitar o limite máximo de passageiros permitido pelo fabricante do veículo.
Além das exigências relacionadas ao veículo de transporte escolar, todo condutor deve:
• Ser maior de 21 anos;
• Ser habilitado pelo Detran na Categoria D;
• Estar isento de qualquer infração gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos 12 meses;
• Ser aprovado em curso de especialização;
• Estar em dia com o exame toxicológico de larga janela de detecção.

As leis brasileiras de trânsito são bastante exigentes para com o prestador do serviço de transporte de escolares, porém é imprescindível que os pais façam a sua parte.

Ao contratar o serviço, verifiquem junto ao DETRAN/SC se a situação do veículo e do condutor estão regulares, bem como monitore diariamente o serviço prestado.

Converse com seu filho, observe o comportamento das outras crianças e do condutor ao apanhar seu filho em casa.

Faça perguntas ao seu filho sobre como o motorista dirige, se ele costuma dirigir em velocidade excessiva e se o uso de cinto segurança é sempre obrigatório.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Vagas de Emprego Sine

O Sine de São Bento do Sul está