CENTRO DE AUTISMO RECEBE SALA DE PSICOMOTRICIDADE DO SENAI

CENTRO DE AUTISMO RECEBE SALA DE PSICOMOTRICIDADE DO SENAI

- in São Bento do Sul
442
0

O Centro de Autismo de São Bento do Sul recebeu uma sala de psicomotricidade, considerada essencial no desenvolvimento de seus alunos. O ambiente foi projetado, construído e instalado através de um projeto social do SENAI, envolvendo professores e estudantes da instituição. “Precisávamos desse suporte técnico para nossas atividades, pois os autistas devem trabalhar diariamente a psicomotricidade para o seu desenvolvimento”,informou a diretora da unidade, Geovanna Rodrigues Vicente, durante a entrega, realizada no dia 13 de junho.
No espaço foram instalados diversos recursos, que auxiliam e estimulam os movimentos, trabalhando o lado sensorial dos portadores de TEA. A sala será utilizada diariamente pelos 55 alunos do Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado em Autismo Professora Celeste Novack. “A psicomotricidade pode trazer uma evolução enorme aos alunos. É um ganho fantástico!”, comemorou Maria Lourdes Sperka, representante da AMA – Associação de Paise Amigos dos Autistas. O projeto foi resultado do desafio Circuito Senai Indústria e Sociedade, lançado ao Senai de São Bento do Sul pelo Departamento Nacional para representar Santa Catarina no programa de projetos sociais. O objetivo era desenvolver outra formaras um produto ou espaço da localidade, utilizando conhecimento inovador da educação profissional e da indústria brasileira.
Foram envolvidos mais de 50 alunos dos cursos de aprendizagem em Marcenaria, de Rio Negrinho, e do técnico em Automoção, de São Bento do Sul.Desenvolvido durante dois meses, o projeto mobilizou competências de docentes e alunos de diferentes áreas de atuação.“É a concretização do nosso desejo, de fazer a educação profissional chegar ao dia a dia das pessoas, de ser útil à sociedade”, destacou Vilmo Lochstein, coordenador de educação profissional do Senai.
A equipe de estudantes que acompanhou todas as etapas do projeto, da concepção da ideia à fabricação e instalação, ressaltou a importância de conhecer o mundo do autismo e compreender as necessidades dos alunos. “Colocamos a teoria em prática, o que ajuda muito na formação. Além disso, foi um projeto que trouxe muita satisfação pessoal a todos nós”, disse David Monteiro, aluno do curso de Automação do Senai.
A secretária municipal de educação de São Bento do Sul informou que a Prefeitura Municipal investe em média R$ 400 mil por ano no Centro do Autismo. “Mesmo sendo significativo, é um valor insuficiente para todas as necessidades, sendo essencial a parceria com o Senai para aperfeiçoar o atendimento aos alunos”,destacou Rosemari Strack Cândido.
Para a realização do projeto,houve participação de voluntários e parcerias com as empresas Artefama, Artes Industriais de Madeira, Fama Designer Visual, Havan, Móveis Weihermann, Palema Colchões, Tecidos Scherer e Traço Sensatto

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Dona Margarida Kautnick comemora 102 anos

Mulher residente no bairro Cruzeiro completa 102 anos.