CBMSC encerra Estação Verão com 3.272 pessoas salvas em todo o litoral catarinense

CBMSC encerra Estação Verão com 3.272 pessoas salvas em todo o litoral catarinense

- in São Bento do Sul
353
Comentários desativados em CBMSC encerra Estação Verão com 3.272 pessoas salvas em todo o litoral catarinense

Por CBMSC | Imprensa  

TwitterEmailWhatsApp

Operação segue até dia 31 de março com a etapa de pós-temporada

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) encerrou a temporada de ações da Estação Verão com a marca de 3.272 pessoas salvas no litoral catarinense. Isso significa que a cada 15 minutos, uma pessoa foi salva pelas equipes do CBMSC. Foram 65 dias de atuação durante a Estação Verão e o trabalho, por meio da Operação Veraneio – a maior da Corporação – continua até o mês de março, na etapa de pós-temporada.

De acordo com os Bombeiros Militares, todas essas pessoas eram potenciais vítimas a ter algum grau de afogamento ou até vir a óbito e, por conta do trabalho de salvamento, puderam retornar para seus lares com vida. O número de salvamentos reforça o comprometimento e o preparo dos guarda-vidas que atuam na segurança dos catarinenses e dos veranistas que procuram o litoral de Santa Catarina para aproveitar as férias.

Lesões por água-viva e crianças perdidas

Nesta temporada, foi registrado um aumento de quase 75% nos atendimentos por conta de lesões por água-viva no litoral catarinense. Ao todo, foram 41.482 atendimentos realizados, o que significa que a cada 1 minuto e 8 segundos, uma pessoa foi atendida nos postos de guarda-vidas.

Quando falamos de crianças perdidas, o crescimento foi de mais de 20%. Só nesses 65 dias, 3.029 crianças se perderam nas praias e retornaram à companhia dos seus responsáveis graças ao trabalho dos guarda-vidas.

Pós-temporada

A etapa de pós-temporada da Operação Veraneio 2023/2024 iniciou na última segunda-feira, 19, e segue até o dia 31 de março. Neste período os postos guarda-vidas começam a ser gradativamente desativados, de acordo com a necessidade estudada previamente. O atendimento segue sendo realizado com 317 postos em balneários de 28 municípios. Em algumas cidades, por conta do fluxo de pessoas e turistas, o serviço é mantido durante todo o ano.

“A operação não acabou, seguimos até o dia 31 de março empenhados na prevenção e no salvamento e orientando que a população tenha senso de auto prevenção, respeite as sinalizações e orientações dos guarda-vidas”, ressalta o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, coronel Fabiano Bastos das Neves. “Nesta etapa há a avaliação constante por parte do comando de cada região para definir quando e em que locais os postos serão ativados. O fluxo médio de pessoas, se é final de semana ou feriado são fatores que contribuem para essa tomada de decisão”, explica o coronel.

Foto: Roberto Zacarias / Secom

Logística da Operação

Ainda que a operação apareça para o público com mais destaque somente na temporada de verão, no CBMSC ela é preparada durante todo o ano. Foram realizados treinamentos, cursos e recertificações dos guarda-vidas, sejam eles militares ou civis voluntários, para que todos estivessem atualizados e aptos para atuar na operação. Além, claro, da aquisição de equipamento e manutenções da frota, como novos quadriciclos e motos aquáticas.

A temporada 2023/2024, contou com a maior mobilização da tropa da história da corporação, com 149 guarda-vidas militares, uma média de 2 mil guarda-vidas civis voluntários e 262 alunos-soldados em estágio supervisionado. Todos atuaram na Operação. Além de cerca de 300 viaturas incluindo aviões, helicópteros, moto aquáticas, quadriciclos e embarcações foram empenhadas para essa operação.

Prevenção na praia e na infância

Como o foco principal é sempre a prevenção com vistas em reduzir o número de mortes por afogamento em Santa Catarina, durante toda a temporada, foram realizadas mais de 10 milhões e 500 mil ações de prevenção que envolvem a abordagem direta de banhista (areia e mar), recepção de excursões, ronda na areia da praia, entrega de pulseirinhas para as famílias que estão com crianças ou pessoas que necessitam dessa identificação, entre outros.

Quando o assunto é conhecimento e prevenção para o público infantil, o CBMSC oferece o Projeto Golfinho, que em janeiro deste ano completou 25 anos com cerca de 100 mil crianças formadas. O objetivo é conscientizar e prevenir sobre os perigos dos ambientes aquáticos e promover a cidadania e os cuidados com o meio ambiente. Só nesta temporada foram 6.509 golfinhos formados que, com certeza, abordarão a temática de prevenção com seus familiares, ampliando o alcance da informação.

Durante todo o ano o CBMSC oferece o projeto de forma totalmente gratuita à população em diversos locais de Santa Catarina, tais como praias, piscinas, lagos e rios no interior. Há também a execução do projeto nas escolas. São abordados conteúdos sobre os perigos associados ao banho de piscina, rio, cachoeira e mar, características das praias, marés e perigos das ondas, bem como, os tipos de sinalização, tanto da faixa de areia quanto do posto guarda-vidas e o trabalho desempenhado pelo guarda-vidas no contexto da praia, são ministrados com turmas do projeto tanto no litoral quanto no interior. Acidentes aquáticos e como agir em caso de necessidade de salvamento também são abordados.

No interior, onde o índice de afogamentos é altíssimo, o projeto é realizado em espaços de clubes que emprestam sua estrutura física para que o CBMSC possa realizar as atividades com as crianças.

Facebook Comments

You may also like

Acidente deixa profissional da limpeza pública ferida

Vídeo mostra momento do atropelamento, bem próximo ao Corpo de Bombeiros