Caso positivo de dengue em São Bento

Caso positivo de dengue em São Bento

- in São Bento do Sul
310
0

Além da pandemia do Covid-19 que vem preocupando o Governo do Estado de Santa Catarina, outra doença que está tendo aumento de casos é a dengue.

Conforme dados do Sistema de Informação de Agravos e Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde, o Estado de Santa Catarina já possuí 691 casos confirmados de dengue. Este é um número que preocupa o Centro de Vigilância à Saúde de São Bento do Sul, pois no município, temos 38 focos do mosquito transmissor da dengue/zika/chikungunya e febre amarela, além de um caso positivo da doença e um suspeito, que segue sendo investigado.

Somente no ano passado (2019) foram contabilizados 34 focos, e, neste ano, o número vem aumentando, com 38 focos até o momento, mesmo a cidade tendo 76 pontos estratégicos e 429 armadilhas para controle e prevenção das doenças. Um detalhe importante, é manter as armadilhas sempre intactas, para que assim possa ser feito o controle corretamente pelos agentes de controle de zoonoses.

Os bairros que possuem focos do mosquito são: Cruzeiro (2); Boehmerwald (4); Dona Francisca (1); 25 de julho (3); Oxford (3); Alpino (3); Serra Alta (5); Colonial (8); Centro (7); Centenário (1); Brasília (1).

Segundo a diretora do Centro de Vigilância à Saúde, Marilene Strapassoni, em comparação ao boletim do SINAN da última semana tivemos um aumento de 161 casos autóctones de dengue em Santa Catarina. “Nossa avaliação é que nas próximas duas semanas devemos alcançar o nível de epidemia em alguns municípios do Estado. Para isso não acontecer aqui, é importante alertar a população em relação a esses dados, para que a prevenção seja feita”, explicou.

Sintomas

Os sintomas da dengue são: febre alta, dor atrás dos olhos e dor muscular intensa.

Os sintomas da chikungunya são: febre alta e dor intensa nas articulações, que pode causar limitação dos movimentos.

Os sintomas da zika são: febre baixa, manchas avermelhadas pelo corpo com coceira e inchaço nas articulações.

Os sintomas da febre amarela são: súbito de febre calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

Quem apresentar esses sinais e sintomas deve tomar muita água, não se automedicar e procurar uma Unidade de Saúde.

A equipe dos Agentes de Endemias do Centro de Vigilância à Saúde estão nas ruas para fiscalizar os pontos e orientar a comunidade.

O objetivo agora é aproveitar o momento em que as pessoas estão em casa devido a quarentena contra o COVID-19, para colaborar na eliminação de possíveis criadouros de mosquito como, água parada em geral, entulhos no quintal, vasos, floreiras, caixas de água abertas, etc.

Se você souber de algum local que pode estar proliferando a criação de mosquitos ligue: 3635-2228 – Centro de Vigilância a Saúde.

Jonei Marcos Schritki

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

DOIS NOVOS CASOS DE CORONAVÍRUS CONFIRMADOS EM SÃO BENTO

Até às 16:30 horas do dia 28 de maio de 2020, foram confirmados 27 casos de Coronavírus (Covid-19), sendo 9 já recuperados; 16 em isolamento domiciliar; 1 em enfermaria e 1 em UTI