Uma restauração histórica

Uma restauração histórica

- in São Bento do Sul
704
0

Estação Ferroviária em Serra Alta completamente restaurada

A empresa LN foi a responsável pela obra que está em fase final de conclusão

A empresa LN com sede em São Bento do Sul, está prestes a entregar mais uma obra com sua marca, qualidade e pontualidade com o serviço público. A LN tem participado de várias licitações e vencido, com isso dando sequência ao trabalho responsabilidade e que os órgãos públicos exigem.

A obra na Estação Ferroviária é mais uma amostra da seriedade da empresa, que fez todo o possível deixar tudo dentro dos conformes. Os recursos de R$550,00 foram disponibilizados junto ao Ministério do Turismo, que atrasou o repasse em vários momentos.

Seu Lucy comemora novo espaço

Seu Lucy Machado, hoje com 73 anos, lembra que décadas anteriores tinha como habito passear de trem entre São Bento do Sul e Corupá. “Seguia com a minha família para lá, ida e volta, bons tempos aqueles”, revela, Seu Juci que foi anos funcionário da Fiação São Bento cometa que o espaço deve ter vigia, para evitar desta forma que o espaço seja depredado pelos desocupados. Seu Juci relaciona que a noite o espaço ficou bem iluminado.

HISTORICO DA LINHA: A linha do São Francisco teve o primeiro trecho entregue pela E. F. São Paulo-Rio Grande em 1906, ligando o porto de São Francisco (hoje do Sul) a Joinville. Em 1910, a linha foi prolongada até Hansa (Corupá), em 1913 até Tres Barras, e finalmente em 1917 atinge Porto União da Vitória, de onde deveria continuar até atingir Foa do Iguaçu, Este último trecho jamais foi construído. A linha se entronca com o Tronco Sul em Mafra e com a antiga Itararé-Uruguai em Porto União da Vitória. O último trem de passageiros, na verdade uma litorina diária, passou pelo trecho entre Corupá e São Francisco do Sul em janeiro de 1991. O trem misto que servia à linha já não existia desde 1985. Depois disso, apenas alguns trens a vapor turísticos da ABPF têm percorrido a linha, principalmente na região de Rio Negrinho. O trecho entre Mafra e Porto União esteve durante anos abandonado, tendo sido recuperado durante o ano de 2004, mas continua com o tráfego muito escasso. Já o trecho entre Mafra e São Francisco tem grande movimento de cargueiros da concessionária ALL.

A ESTAÇÃO: A estação foi aberta em 1913, com o nome de São Bento, pois era a mais próxima da sede do município de SãoBento, hoje São Bento do Sul. Todo o trecho entre Hansa (Corupá) e Três Barras foi aberto em 01/04, mas há fontes (ver foto abaixo) que citam a data de 12/04.

A estação fica fora da cidade, a cerca de 4 km do que era então o centro urbano da cidade. Porém, sabe-se que a linha deveria passar junto a ele – existem ainda vestígios de cortes e terraplanagem feitos na época da construção da ferrovia – mas interesses políticos teriam feito a ferrovia passar mais ao sul.

O trecho escolhido, porém, foi certamente o mais acertado, com menos cortes e aterros.

Até mais ou menos a metade da década de 1920, o trransporte de passageiros para a estação era feito por troles puxados a cavalo. Quem quisesse viajar, tinha de procurar antes um dos três concessionários do transporte, e pedir para levá-lo no horário estabelecido para alcançar o trem.

Por volta de 1943, a cidade e a estação tiveram o nome alterado para Serra Alta, sob imposição do Governo; em 1948, depois de muitas discussões, pois a população não se conformava com o novo nome, a cidade recuperou o antigo nome, com o sufixo “do Sul”, mas a estação conservou o seu, pois já havia um bairro populoso à sua volta que, este sim, havia adotado o nome deSerra Alta.

A estação em 2004 estava abandonada e depredada e a Prefeitura havia comprado recentemente o prédio para restaurá-lo e transformá-lo em museu ferroviário. Em 2013, estive na esta


Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

PM encontra munição e armas em Rio Vermelho

POLÍCIA MILITAR APREENDE ARMAS DURANTE ATENDIMENTO DE OCORRÊNCIA