Tiro e armas apreendidas no bairro Cruzeiro

Tiro e armas apreendidas no bairro Cruzeiro

- in São Bento do Sul
1159
0

Fato aconteceu na rua Carlos Müller, no bairro Cruzeiro, para onde a Polícia Militar foi deslocada por volta das 18 horas de sexta-feira
De acordo com Boletim de Ocorrência, os policiais foram acionados por conta de ocorrência de Tentativa de Homicídio, Porte ou posse ilegal de arma, Disparo de arma de fogo , Porte ilegal de munição ou acessório de arma de fogo e Dano Qualificado. A guarnição PM foi acionada via Copom para deslocar até a rua Carlos Müller, com reforço de mais duas guarnições que se deslocaram em apoio.

No local foi conversado com o J. M., 35 anos, o qual relatou que estava trabalhando junto com D. L. B., 33 anos, retirando pinus para a serraria e que já faz algum tempo que fazem o trajeto, sempre passando pela frente da casa do senhor W. G., 55 anos, que por algumas vezes conversou com o mesmo sobre a passagem pelo terreno com a madeira.

Que na referida data, por volta das 18 horas, estavam retornando com o caminhão carregado e próximo a casa do senhor W. G., 55 anos, havia uma carretinha no meio da passagem sendo que J. M., 35 anos, contornou a mesma e viu que o senhor W. G. estava um pouco mais a frente com uma arma de fogo na mão sendo que ele atirou contra o caminhão atingindo o vidro da porta lateral do passageiro. Que J. M., 35 anos, acelerou e saiu do local e ao chegar na serraria acionou a Polícia Militar.

Como o caminhão seguiu para fora da propriedade, ele foi para dentro de casa, onde ficou até a chegada da polícia. Foram realizadas buscas pela casa e terreno de W. G. com objetivo de encontrar a arma. Durante as buscas foram localizados uma espingarda calibre 32, uma espingarda calibre 28, uma garrucha calibre 22, 34 capsulas de ambos os calibres, utensílios de carregamento de munição, certa quantidade de de pólvora, espoletas e chumbo. Diante dos fatos foi lavrado o boletim de ocorrência e ambos os envolvidos foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil juntamente com os objetos aprendidos na residência para os procedimentos cabíveis.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Estado deve garantir acompanhamento especializado para alunos deficientes auditivos

A 1ª Câmara de Direito Público do TJ