Recurso garantido para compra de câmeras de videomonitoramento da PM.

Recurso garantido para compra de câmeras de videomonitoramento da PM.

- in Rio Negrinho
47
0

O vereador Willian Righetto, o Billy, entregou na tarde desta quarta-feira (11) para o Capitão da 3ª Companhia de Polícia Militar, o ofício de autorização do recurso de R$ 100 mil para compra de mais câmeras de vigilância do projeto Bem-Te-Ví em Rio Negrinho. O sistema possui vaga para 20 câmeras e atualmente são utilizados 11 espaços. A aquisição de mais 09 câmeras para o projeto de monitoramento é através de uma emenda impositiva, de autoria do deputado estadual Kennedy Nunes. O assessor Misael Gonçalves Canuto esteve com o vereador Billy para falar sobre o pleito de ampliação do sistema, que é uma solicitação de praticamente todos os bairros rio-negrinhenses, uma vez que as atuais câmeras instaladas nos municípios encontram-se na área central e entradas e saídas do município.

“Além de se tratar de um pedido frequente nas nossas sessões itinerantes, é um pedido que venho fazendo ao deputado desde o início da atual legislatura”, apontou Righetto que também lembrou os recentes atos de vandalismo cometidos contra imóveis públicos nos bairros recentemente. “A segurança no município é fundamental e tal projeto já provou sua eficácia desde que foi implantado”, emendou Billy.

A Polícia Militar já tem um mapeamento para a instalação das Câmeras, mas tudo isso dependerá de disponibilidade acesso para cabeamento de fibra ótica nos locais estratégicos pesquisados e apontados. O sistema de vídeo monitoramento já existe no município desde 2016 quando as primeiras 11 câmeras de alta definição, com transmissão por redes de óptica, passaram a monitorar locais estratégicos do município. As imagens são enviadas para uma central de monitoramento junto ao quartel da Polícia Militar.

Os recursos das emendas impositivas, como essa que o Vereador Billy está intermediando pelo Deputado Kennedy Nunes, deverão ser reservados obrigatoriamente pelo Executivo catarinense todos os anos, para atender as emendas elaboradas pelos parlamentares estaduais. As emendas, que somam no Estado aproximadamente R$ 200 milhões, têm esse montante reservado pela cota de 1% da receita corrente líquida de Santa Catarina.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

POLÍCIA MILITAR FLAGRA SITUAÇÃO DE ABANDONO DE INCAPAZ

Na manhã de quinta-feira, 12, a Central de