Recorde de visitantes no museu natural

Recorde de visitantes no museu natural

- in São Bento do Sul
202
1

O Museu Natural Entomológico Ornith Bollmann recebeu até o momento, 1.961 visitantes. Destes, 393 foram registrados somente no mês de setembro. O número expressivo de visitações se dá por conta da programação especialmente preparada para celebrar o mês de aniversário do município.

Segundo Marcelo Hübel, Diretor de Meio Ambiente, o Museu Natural foi inaugurando em dezembro de 2011 e em comparação aos meses de setembro, neste ano o número de visitantes foi recorde. “Este desempenho foi alcançado devido às exposições artísticas culturais da Associação São-bentense de Artistas Plásticos com obras de Miriam Kollross, Suely Ehrl, Edith Zschoerper, Isabel Lacerda Natschel, Elésia Mazon da Maia, Dalva Haenisch, Lia Grosskopf, Neide Radoll, Sirlene B. S. Rosá e Deise Balestrim”, disse.

Também constaram obras da artista plástica Astrid Lind Roth com o Projeto Artístico e Histórico “Marcas Humanas”, retratando São Bento do Sul com desenhos feitos com bico de pena, na técnica de pontilhismo. “Foi uma oportunidade para turistas, moradores e escolas de conhecerem as técnicas de pintura, nas expressões culturais nas distintas formas de arte”, comentou Marcelo.

Entre os moradores de outras cidades que visitaram o museu estão dos municípios de Bombinhas, Jaraguá do Sul, Rio Negrinho, Campo Alegre, Guaramirim, Curitiba, Joinville, Petrópolis, São Paulo e São Bernardo do Campo.

Localização – O Museu Natural Entomológico Ornith Bollmann fica localizado na Rodovia dos Móveis – SC 418, nº 15, no bairro Oxford.

O horário de atendimento é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 12 horas e das 13h30 às 17 horas. Aos sábados das 9 às 12 horas. E nos segundos domingos do mês, das 9 às 12 horas.

Facebook Comments

1 Comment

  1. Paulo A Accorsi de Godoy

    “ O Museu Natural Entomológico Ornith Bollmann recebeu até o momento, 1.961 visitantes. Destes, 393 foram registrados somente no mês de setembro. O número expressivo de visitações se dá por conta da programação especialmente preparada para celebrar o mês de aniversário do município.”
    Publicação da ACISBS lista 5 museus em São Bento do Sul :

    Museu Municipal Dr. Felippe Maria Wolff
    Museu Augusto Emilio Klimmek
    Museu Sitio 8 de Dezembro
    Museu Natural Entomológico Ornith Bollmann
    Museu da Fiação São Bento
    (https://panoramasbs.org.br/artistico_culturais )

    Atendo-se ao Museu da Fiação São Bento, temos que “ A data de 28 de maio de 1948 marca o início da Fiação São Bento S.A. Era o período pós-guerra mundial, quando novas empresas recomeçaram a se instalar em Santa Catarina. “
    Há poucas referencias quanto a divulgação desse museu no site da prefeitura .Por que não incentivar visitas e conhecimento com a criação de um museu virtual. Um exemplo encontra-se em http://www.museuvirtualdeuberlandia.com.br/?s=fia%C3%A7%C3%A3o .
    Um exemplo sobre o cuidado em preservar e divulgar fatos e acontecimentos relacionados com a “ fiação :
    A arte da tecelagem foi bastante difundida em Uberlândia graças a uma espécie de cooperativa de tecelãs, criada na década de 1990, por incentivo do artista plástico e tecelão Edmar de Almeida.
    Nesse vídeo, a jornalista Lara Stoque apresenta o trabalho desenvolvido no antigo Centro de Fiação e Tecelagem de Uberlândia (atualmente denominado Fios do Cerrado).
    A matéria abaixo reproduzida do site da prefeitura indica
    “….Ela entrevistou fiandeiras e tecelãs, que contaram um pouco de sua história e do processo de transformar algodão em belas peças de tapeçaria.”

    Essa disponibilidade de divulgação pela prefeitura estimularia a frequência aos museus, fortalecimento da identidade cultural , ampliando o número de visitantes e estimulando novas pesquisas.
    A matéria abaixo indica uma iniciativa da prefeitura de São Bento do Sul no setor de turismo, porém essencialmente restrita . Um trecho da matéria esclarece :
    O público-alvo deste projeto são os empreendimentos participantes do Conselho Municipal de Turismo – COMTUR, de São Bento do Sul.
    Mais adiante finaliza “ Ao fim de cada visita, os participantes poderão fazer uma avaliação qualitativa dos estabelecimentos e se tornarem propagadores das informações turísticas do município. “
    O morador da cidade deve ter prioridade nas ações de lazer e cultura. Continuamente não apenas em programações especialmente preparadas.( (Professoras de Turismo destacam a importância de pensar a cidade como espaço dos moradores http://www.ufs.br/conteudo/60715-professoras-de-turismo-destacam-a-importancia-de-pensar-a-cidade-como-espaco-dos-moradores)
    Anexo
    Conheça São Bento visita recantos naturais e museu
    DATA DE INCLUSÃO: 13/03/2018 16:27
    O projeto “Conheça São Bento’’, idealizado pelo Departamento de Turismo de São Bento do Sul, visita desde o mês de Dezembro de 2017, lugares que formam o seguimento turístico na cidade. Já foram visitados o Parque 23 de Setembro, Serra Alta Hotel, Casa Eichendorf, Casa Neumann, Escola Km 80, Sociedade de Cantores 25 de Junho – Sängerhalle, Casa Schlagenhaufer, Sítio Ponte de Pedra, Parque Natural do Braço Esquerdo, Recanto do Gaudet e Cachoeira da Usina.

    Nesta terça-feira, dia 13, o projeto fez mais uma visita técnica a mais empreendimentos. As visitas aconteceram na Fazenda Vale dos Dourados, Sítio Vale do Lago e no Museu da Fiação São Bento. Os proprietários contaram a história dos espaços, como começou o trabalho com o turismo e como estão se desenvolvendo ainda. Essa é a quarta edição do projeto.

    Um dos principais objetivos do ‘’Conheça São Bento’’ é conhecer os empreendimentos turísticos do município, por meio de visitas técnicas, para ampliar o conhecimento sobre o turismo de São Bento do Sul. O público-alvo deste projeto são os empreendimentos participantes do Conselho Municipal de Turismo – COMTUR, de São Bento do Sul. Durante as visitas, os participantes conhecem a estrutura física do empreendimento, quadro de colaboradores e serviços oferecidos pelo local. Além disso, conhecer os atrativos turísticos públicos e privados também faz parte do projeto. Ao fim de cada visita, os participantes poderão fazer uma avaliação qualitativa dos estabelecimentos e se tornarem propagadores das informações turísticas do município.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Estado deve garantir acompanhamento especializado para alunos deficientes auditivos

A 1ª Câmara de Direito Público do TJ