Projeto ambiental é destaque nacional

Projeto ambiental é destaque nacional

- in Sem categoria
1232
0

O Projeto Recuperando Nascentes, da EBM Rodolfo Berti, é um dos 15 projetos selecionados para representar Santa Catarina na Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, em Brasília. De autoria da professora Ana Luciane Pazda Wosgrau, o projeto foi classificado após a apresentação na fase estadual, durante evento realizado em Laguna.

Para chegar à fase nacional, a professora e o aluno do 8º ano, Jessé Inácio dos Santos, foram à Laguna e de segunda a quarta-feira (dias 7 a 9) participaram de diversas fases de seleção. “Na segunda-feira ocorreu a abertura do evento, com explicações do regulamento”, disse Jessé.

A fase de seleção iniciou na terça-feira, quando 122 alunos representantes de projetos inscritos por escolas do Estado foram divididos em três salas para as suas apresentações. “Tudo era cronometrado e não poderíamos passar de quatro minutos. Nesta fase apresentei um vídeo. Nele constavam imagens do local que realizamos a ação ambiental e como foi todo o processo”, comentou o estudante.

Dos 122 projetos, 24 foram escolhidos para mais uma etapa de seleção e o projeto são-bentense foi o segundo mais votado nesta fase. “Na quarta-feira ocorreu a apresentação final para saber se iríamos ser selecionados para a conferência nacional. E o nosso projeto foi um dos 15 selecionados, sendo o mais votado com 41 votos”, comemorou Jessé.

Para o aluno, a experiência foi gratificante. “Fui eleito delegado durante a conferência escolar e na etapa regional, realizada em Mafra, representei São Bento do Sul. Foi muito legal. Meu sonho era ser jogador de futebol, mas com o envolvimento neste projeto e na ação ambiental me interessei mais por biologia e quero algo nessa área. Quem sabe ser um professor”, revelou o menino de 12 anos.

Sobre o projeto ser selecionado para a conferência nacional, Jessé conta que os três dias em Laguna proporcionou momentos inesquecíveis e novas amizades, mas, chegar em casa e na escola foi recompensador. “Foram muitos parabéns. Comecei a receber muitas mensagens no celular logo após o projeto ter sido selecionado. Quando cheguei em casa ontem à noite, minha mãe nem esperou direito o ônibus parar. Ela estava roendo unhas. E hoje na escola, todos vieram me abraçar e me parabenizar”, contou.

A expectativa agora é pela viagem à Brasília, mas, antes, o aluno vai à Florianópolis, onde participa de encontro preparatório para a conferência nacional. “Serão dois dias de treinamento, 13 e 14 de junho, e então sigo para Brasília e participo da conferência nacional entre os dias 15 a 19. Lá, os 15 alunos com projetos selecionados representarão Santa Catarina e participarão de diversas oficinas”, disse o aluno, completando entusiasmado: “Será minha primeira viagem de avião”.

Gratificante – Quem também não esconde a alegria em ter o Projeto Recuperando Nascentes selecionado é a professora de Ciências da EBM Rodolfo Berti e autora do projeto, Ana Luciane Pazda Wosgrau.

Ela viajou com o estudante para a fase estadual e mesmo não podendo acompanhar as etapas de seleção, comemorou como se estivesse junto. “Era regra da etapa. Os alunos fizeram as suas apresentações somente para os avaliadores. Tive contato com o Jessé por mensagens e à noite, no hotel. Ao saber que o projeto foi selecionado, foi um momento gratificante. É o fruto de um trabalho realizado em equipe”, disse.

A professora se aposenta daqui há três semanas e encerra o ciclo com chave de ouro. “Foi uma ação ambiental que iniciou há 15 anos e que hoje, comemoramos esta conquista, pois o início não foi fácil. Mas, este reconhecimento é de toda a comunidade e da escola, por isso fiz questão de passar nas salas hoje para parabenizar e agradecer a todos”, destacou.

A diretora da EBM Rodolfo Berti, Mara Adriana Slomeski, comentou a alegria em ter um projeto selecionado à nível nacional. “Ontem tivemos uma reunião com os pais e muitos deles participaram do início desta ação. Foi muito emocionante contar a eles sobre o resultado. Todos vibraram. Isto é um reconhecimento não para a direção ou para a escola, mas para a comunidade”, disse.

O projeto – Com o envolvimento de alunos do 6º ao 9º anos do ensino fundamental da EBM Rodolfo Berti, o Projeto Recuperando Nascentes foi elaborado através de uma ação ambiental realizada pela comunidade escolar e do bairro.

Há 15 anos, uma área onde a população jogava lixo e entulhos passou a receber os alunos e a própria comunidade para a limpeza e recuperação ambiental. “Todos os dias eu passava por este terreno a caminho da escola e via no que ele estava se tornando. Um lixão. Não tinha como não fazer nada, sabendo que na escola eu ensinava aos alunos sobre as nascentes, o cuidado ao meio ambiente. E foi assim que a ação começou”, conta.

No local foram realizadas a limpeza com o recolhimento do lixo, análises de solo, recuperação de solo, recuperação de vegetação com o plantio de árvores nativas e manutenção das nascentes. “Por se tratar de área com nascentes, o objetivo foi a recuperação total deste local. No começo não havia cooperativa de catadores para ir ao local recolher e os materiais recicláveis coletados eram trazidos à escola e aqui, separávamos”, lembra a professora.

Bióloga de formação, Ana Luciane conta que pais de alunos que hoje participam da ação, foram os primeiros estudantes que começaram o projeto. “A proprietária atual do terreno é uma ex-aluna que estava junto quando começamos a recuperação do local. O próprio Jessé apresentou o projeto porque ele tem conhecimento de fato do que foi feito lá, pois há dois anos ele participa desta ação. Hoje, meu maior prêmio está lá, passar pelo terreno e ver a maravilha que ficou”, conta, completando: “E o projeto vai ter sequência”.

As seleções – A primeira etapa para participar da Conferência Nacional Infantojuvenil foi a conferência escolar. Nela, os alunos elaboraram um projeto de ação com foco na dimensão socioambiental da água. “Durante a conferência escolar, realizada em abril, foi elaborado o Projeto Recuperando Nascentes. Nesta fase também escolhemos um delegado para apresentar o projeto até o período da conferência estadual. E este aluno foi o Jessé Inácio dos Santos”, explicou a professora Ana Luciane.

Após elaborar o projeto, este foi inscrito e selecionado para a fase regional, ocorrida em Mafra, e classificado para a fase estadual, em Laguna.

A conferência – Com o objetivo de mobilizar a comunidade escolar para realizar processos educativos, por meio da participação social, sobre a dimensão socioambiental da água, a Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente chega a sua quinta edição e, neste ano, tem como tema “Vamos Cuidar do Brasil Cuidando das Águas”.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

PM de folga prende um no centro de São Bento do Sul

ELE FOI PRESO COM DROGAS APÓS EMPREENDER FUGA