MORRE O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, DEPUTADO ALDO SCHNEIDER

MORRE O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, DEPUTADO ALDO SCHNEIDER

- in Santa Catarina
618
0

O deputado Aldo Schneider(MDB), presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, acaba de falecer no Hospital da Unimed, em Balneário Camboriu, onde estava internado há dias fazendo tratamento contra um cancer.
Seu corpo será transferido para Ibirama, onde será velado. Amanhã deverá ser cremado em Balneário Camboriu.

Perfil do Deputado Aldo Schneider
Histórico
Aldo Schneider, nascido em Agrolândia, Estado de Santa Catarina, aos 23 dias do mês de maio de um mil novecentos e sessenta e um, filho de Galdino e Tusnelda Schneider, casado com Marita Otto Schneider, pai de Nathali Aline e Bruno Gustavo.

Formação Escolar
Cursou o ensino fundamental na Escola Básica Melo Alvim, Herval do Oeste, Ensino Médio na Escola Pedro Américo em Agrolândia e Aderbhal Ramos da Silva em Florianópolis e é formado pela UNIASSELVI em Gestão Empresarial.

Atividades Profissionais
1980 – Ingressou na Secretaria de Estado da Fazenda como Analista da Receita Estadual. Formado em Gestão Empresarial.

1987 – Assumiu a Coletoria Estadual de Vitor Meireles e filiou-se ao PMDB.

1988 – Elegeu-se vereador por Ibirama, defedendo a emancipação do Distrito de Vitor Meireles.

1989 – No dia 26 de abril foi emancipado Vitor Meireles.

1989 – Em 15 de novembro foi eleito 1º prefeito do Município, tomando posse em 1º de janeiro de 1990.

1992 – Elegeu seu sucessor.

1993 – Retornou à Secretaria de Estado da Fazenda.

1996 – Eleito novamente Prefeito de Vitor Meireles.

2000 – Reeleito Prefeito, após excelente gestão.

2003 – Renunciou ao cargo de Prefeito, a pedido do então Governador Luiz Henrique, João Matos e Peninha, e assumiu como Secretário de Estado na SDR de Ibirama.

2010 – Eleito Deputado Estadual de Santa Catarina com 36.449 votos

2014 – Eleito Deputado Estadual de Santa Catarina com 58.646 votos

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Mulher adota criança fruto de relação do marido com sua própria irmã

A 4ª Câmara Civil do TJ concedeu a