Farmácia Viva é referência para implantação em outras regiões do país D

Farmácia Viva é referência para implantação em outras regiões do país D

- in São Bento do Sul
250
1

O programa Farmácia Viva implantado e em pleno funcionamento no município de São Bento do Sul vem fazendo sucesso em diversas regiões do país que vem buscando informações sobre seu funcionamento.

Na semana passada, nos dias 27 e 28, a coordenadora do programa, Dra. Ana Carla Koetz Prade, que é premiada no 67º Congresso de Secretarias Municipais da Saúde de Santa Catarina e reconhecida nacionalmente por ser uma das precursoras e a coordenadora do Programa Farmácia Viva em São Bento do Sul, esteve no município de Itaú de Minas, no estado de Minas Gerais, atendendo ao convite do presidente da Câmara de Vereadores daquele município, vereador Donizetti Amorim.

Na ocasião, Ana realizou duas palestras sobre o Farmácia Viva onde falou sobre cultivo, manejo e regulamentação das plantas medicinais no Sistema Único de Saúde – SUS, e sobre a importância de realizar ações em benefício da Atenção Básica à Saúde.

O público que contou com profissionais da Saúde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Social do município, além de lideranças locais e estaduais, como representantes da Secretaria de Estado da Saúde, pôde conferir detalhes desde a implantação até a manutenção do Farmácia Viva em São Bento do Sul.

“Eu ainda me sinto anestesiada. É uma imensa alegria ver nosso trabalho reconhecido e ver que podemos ser tão sem fronteiras. Fiquei feliz com o convite e em ver a importância que o nosso programa Farmácia Viva tem como referência para outras regiões do país”, disse Ana.

Ela comentou ainda que o convite foi realizado pelo presidente da Câmara de Vereadores de Itaú de Minas foi realizado porque lá pesquisaram no Google e encontraram o programa de São Bento do Sul e seu nome como referência.
“Eu não esperava esse reconhecimento. Fiquei contente em ver que o nosso projeto de cultivo e utilização da espinheira santa no PSA é reconhecido nacionalmente. Nós estruturamos nosso projeto com muito carinho e toda equipe se dedica de coração a ele. É realmente muito gratificante tudo isso” disse Ana, sem esconder sua felicidade pelo reconhecimento ao Farmácia Viva.

O município de Itaú de Minas realizou um levantamento que apontou o número de 1869 terrenos vazios em sua zona urbana. Para transformar estes terrenos baldios em hortas comunitárias o presidente da Câmara vereador Donizetti Amorim então convidou Ana para ministrar as palestras no município. Ela visitou a cidade e alguns terrenos onde há a intenção de instalar as primeiras hortas comunitárias.

Facebook Comments

1 Comment

  1. Paulo A Accorsi de Godoy

    Qual o perfil do vereador Donizetti Amorim de Itaú de Minas Gerais, autor do convite a Dra. Ana Carla Koetz Prade ?
    O site da Câmara permite avalia-lo a partir do Requerimento nº 80/2018 de 29/08/2018 tendo como autor o Vereador Donizetti Antonio de Amorim.
    A Deliberação de 31/08/2018 teve a proposição aprovada O texto abaixo esclarece quanto ao teor do documento: ”Senhores Vereadores.
    O vereador que esta subscreve, requer ao Plenário desta Casa de Leis as seguintes informações junto ao Executivo Municipal as quais sejam:
    – Cópia do processo licitatório para contratação de empresa para elaboração do Laudo Técnico das Condições do Ambiente de Trabalho, cópia do contrato, notas fiscais com atesto de recebido e ordens de pagamento emitido para a mesma em razão dessa contratação.
    Complemento
    Este requerimento visa o acompanhamento e fiscalização do assunto, a fim de dar aos munícipes e principalmente aos servidores públicos maiores transparências sobre este processo. ”

    Em outras palavras, um político comprometido também com as Condições do Ambiente de Trabalho, com a fiscalização e a transparência para com os servidores públicos. E que encaminha solicitações de informação de forma precisa e detalhada.
    O ambiente de trabalho em empresas com poluição sonora/perturbação do sossego alheio em São Bento do Sul tem o mesmo comprometimento por parte da municipalidade e Câmara? Avalio que não.

    A LEI Nº 2716, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2010. (DISPÕE SOBRE O CONTROLE DA POLUIÇÃO SONORA E OS LIMITES MÁXIMOS DE INTENSIDADE DA EMISSÃO DE SONS E RUÍDOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.) de 21 de dezembro de 2010 e assinada por MAGNO BOLLMANN
    Prefeito Municipal sequer foi regulamentada.
    E há essa incomodidade que afeta a Saúde de trabalhadores e moradores próximos a empresa que pratica a poluição sonora/perturbação do sossego alheio.
    “A farmácia viva é um conjunto de plantas medicinais que são indicadas para o tratamento das doenças e sintomas mais comuns e de menor gravidade como gripes, resfriados, problemas estomacais, e dor de cabeça. ” ( http://www.empregoerenda.com.br/ideias-de-negocios/oportunidades/1379-farmacia-viva )
    Avalio que o tratamento para doenças profissionais e outras causadas pela poluição sonora exigirão outros recursos médicos. Despesas e perdas de produtividade que seriam evitadas com um trabalho oportuno e eficaz de eliminação legal de incomodidades.
    O texto “Farmácia Viva é referência para implantação em outras regiões do país “ traz o oportuno comentário:
    “Eu ainda me sinto anestesiada. É uma imensa alegria ver nosso trabalho reconhecido e ver que podemos ser tão sem fronteiras. Fiquei feliz com o convite e em ver a importância que o nosso programa Farmácia Viva tem como referência para outras regiões do país”, disse Ana.
    Ela comentou ainda que o convite foi realizado pelo presidente da Câmara de Vereadores de Itaú de Minas foi realizado porque lá pesquisaram no Google e encontraram o programa de São Bento do Sul e seu nome como referência “
    Pesquisando poluição sonora no Google em São Bento do Sul encontramos:
    Prefeitura já trabalha na regulamentação da lei de poluição sonora Sexta, 08 de janeiro de 2016 ( http://www.jornalevolucao.com.br/noticias/27990/1/prefeitura-ja-trabalha-na-regulamentacao-da-lei-de-poluicao-sonora )
    Mais uma pesquisa no Google e há outra notícia da cidade de Itaú de Minas que pode ser utilizada para análises em São Bento do Sul:
    LEVANTAMENTO SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NA CIDADE DE ITAÚ DE MINAS – MG: 22 de agosto de 2014 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL
    LEVANTAMENTO SOBRE A POLUIÇÃO SONORA NA CIDADE DE ITAÚ DE MINAS – MG
    Tanto no caso da Farmácia Viva como no combate da poluição sonora procuram soluções de qualidade.
    Extremamente meritório e adequado, portanto o reconhecimento do trabalho da Dra. Ana Carla Koetz Prade e equipe.
    Faltam, em minha avaliação, esforços semelhantes de outras áreas, para equacionamento dos problemas inclusive de saúde causados por poluição sonora/perturbação do sossego alheio em São Bento do Sul.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Estado deve garantir acompanhamento especializado para alunos deficientes auditivos

A 1ª Câmara de Direito Público do TJ