Em busca de mais segurança no perímetro urbano da BR-280

Em busca de mais segurança no perímetro urbano da BR-280

- in Rio Negrinho
60
0

Cumprindo agenda em Florianópolis, o presidente da Câmara Municipal, Abel Hack, juntamente com o chefe de Gabinete da Prefeitura de Rio Negrinho, Alessandro Machado, se reuniu, na manhã desta quinta-feira, com os engenheiros Flávio Eduardo Batista Moreira, Saulo Castro e Fernando Faustino, na superintendência estadual do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Na pauta melhorias no perímetro urbano da BR-280 visando mais segurança a população, como a readequação do trevo principal de acesso a rodoviária e a instalação de passarelas em locais estratégicos da rodovia federal.

O presidente do Legislativo, Abel Hack, destacou que nas últimas duas décadas o tráfego na rodovia federal teve um aumento significativo o que trouxe, consequentemente, uma série de problemas, acompanhada de uma enxurrada de solicitações visando mais segurança. “Uma dessas questões foram os acontecimentos recentes onde quase todos os meses vêm acontecendo tombamentos de carretas no trevo da rodoviária e que já exigiu, como solução paliativa uma intervenção, por parte da preifeitura municipal, com a construção de uma calçada em trecho alternativo, visando a segurança dos pedestres”, apontou Hack. “Mas precisamos mais respostas para a comunidade”, emendou.
Abel também aproveitou para entregar na entidade, uma cópia de uma Moção de Apelo, assinada por todos os vereadores e aprovada em plenário no início do mês e que cobra que se tomem medidas visando a maior segurança dos motoristas e pedestres que transitam diariamente pelo perímetro urbano da BR-280. O documento pede a readequação do trevo, com a diminuição da rotatória central, oportunizando mais espaço para que os veículos de carga façam o contorno, bem como que se façam estudos para a implantação de um redutor de velocidade no trecho compreendido entre o trevo e a ponte sobre o rio Negrinho, para quem faz o sentido Mafra para Rio Negrinho.

Projeto Piloto
O engenheiro Flávio Eduardo Batista Moreira, adiantou que Rio Negrinho irá receber, nos próximos meses, um projeto piloto por parte do DNIT, no qual serão apresentadas sugestões de solução para resolver problemas de todas as travessias urbanas do município. Os primeiros dados foram levantados, segundo explicou, durante visita técnica dos engenheiros Saulo e Fernando ao município no segundo semestre de 2017. “Haverá a apresentação de um planejamento completo, não só soluções paliativas”, citou.
Moreira destacou que o órgão deverá apresentar uma instrução de serviços, que contará com orientações técnicas para todas as unidades locais, a partir deste projeto que terá início em Rio Negrinho. “A cidade foi escolhida porque os engenheiros presenciaram também durante a visita técnica a situação da necessidades de duas passarelas, nos bairros São Pedro e Vila Nova”, esclareceu. O engenheiro ainda citou o fato do perímetro urbano da rodovia praticamente não possuir espaço da faixa de domínio, o que dificulta a criação de soluções.
Segundo os engenheiros o DNIT deverá reaizar a apresentação de um Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA) para o caso da rodovia federal, mas que enquanto este não estiver concluído, soluções paliativas poderão vir a ser implantadas. “Sabemos que no caso de Rio Negrinho existem solicitações de décadas, mas também precisamos salientar que os investimentos para a criação de vias laterais ou um contorno no município também implicaria em altos investimentos”, lembrou o engenheiro Saulo Castro.

Apoio da estrutura do município
Já o engenheiro Fernando Faustino destacou a importância do auxilio da prefeitura na implementação de melhorias ao longo do trecho urbano da BR-280. “O apoio será muito importante, já que haverá a necessidade do auxílio de secretarias como a de Planejamento e Meio Ambiente na alteração de algumas vias que poderão vir a sofrer alterações em seu sentido para serem usadas como binários”, sugeriu. O vereador Abel Hack lembrou que a prefeitura estuda um projeto para a pavimentação da rua Luis Graff, no bairro Vila Nova, situação que desafogaria consideravelmente o trânsito na BR-280.
O engenheiro Saulo Castro também apontou a dificuldade encontrada pelo DNIT no que se refere a manutenção das rodovias, visto que os repasses do Governo Federal acabam sendo sempre inferiores do que o mínimo necessário. “Hoje nossa dificuldade é em honrar os contratos em vigência, imagine então se firmar novos contratos, estamos fazendo milagre”, sugeriu.
O chefe de Gabinete Alessandro Machado destacou que o município dará todo apoio necessário ao DNIT, através dos setores competentes, visando o mesmo objetivo da órgão federal: a segurança dos motoristas e pedestres que se deslocam diariamente pela rodovia. “Nossa prioridade é buscar soluções que garantam a trafegabilidade com segurança”, frisou.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

POLÍCIA MILITAR FLAGRA SITUAÇÃO DE ABANDONO DE INCAPAZ

Na manhã de quinta-feira, 12, a Central de