Aterro Sanitário terá vida útil de três anos

Aterro Sanitário terá vida útil de três anos

- in Sem categoria
264
0

Hoje pela manhã a diretoria do Samae e Prefeitura de São Bento do Sul, reuniu a imprensa de São Bento do Sul, no aterro Sanitário em Rio Vermelho. A intenção do encontro foi de mostrar a realidade do projeto, criado para atender a demanda dos resíduos do nosso município.
Para o diretor do Samae, Fridolino Van Den Boom, o Aterro Sanitário é modelo para outros municípios da região e estado, mas é necessário uma ação mais eficaz especialmente na busca da conscientização da população, especialmente no descarte correto dos resíduos.
A intenção do Samae é criar um espaço na entrada do Aterro Sanitário, para abrigar a cooperativa, reduzindo com isso a quantidade de resíduos que seguem para o aterro, Para o Samae o espaço onde os profissionais da cooperativa estão instalados atualmente não suporta mais a operação. “Eles poderiam reciclar mais, mas o espaço não é adequado”, admite.
Segundo o engenheiro sanitarista e ambiental e responsável técnico da empresa Transresíduos, Luiz Antônio Bertussi Filho, o Aterro,é tema de palestras dele no Brasil e em outras países. “Eu sei e acompanhei todo o procedimento, especialmente quando o aterro ainda era lixão, aqui tinha porcos, urubus, fogo e fumaça, isso é passado, hoje temos um aterro que se iguala aos países de primeiro mundo”, comenta. Bertusi também vê com bom olhos campanhas para que a população tenha consciência de separar o lixo, com isso uma célula durara em vez de cinco anos 10 ou mais.

Conscientização
Pelos dados da Prefeitura apenas 8% de todo lixo produzido é reciclado em São Bento, um dos bairros com maior população na região Serra Alta, é o bairro com menor índice de lixo reciclável.
Para o prefeito Magno Bollmann, o Aterro Sanitário era algo que mudou radicalmente. “Conheci esse espaço, era horrível e hoje temos um Aterro que atende todas as exigências e normas, modelo de gestão junto ao Samae. Segundo Magno a própria Fundação Nacional de Saúde deu nota 9,2 pelo projeto, isso demostra determinação de todos. O prefeito destaca que a intenção é de fato é orientar a população sobre a importância de reciclar.
O Samae além da aquisição de um terreno nos fundos do aterro, anunciou ainda a aquisição de uma nova balança para o Aterro.

O encontro
Além da imprensa, participaram desta visita o gerente regional da empresa Transresíduos, Gilberto Gugelmin, diretor técnico da Transresíduos, engenheiro sanitarista Luiz Antonio Bertussi Filho, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Adelino Denk, diretora de Educação da Secretaria Municipal de Educação, Noeli Regina Novack dos Santos, analista sanitarista do Samae Marco Rodrigo Redlich, diretor do Ipresbs, José Canísio Tschoeke, além dos profissionais do Samae Paulo Schwirkowski – chefe da divisão de Resíduos Sólidos, Pedro Fürst – operador de Eta
Ricardo Meyer – engenheiro sanitarista e consultor do Samae, e Paulo César Ferreira – chefe do departamento de Esgoto Sanitário.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Rubens Blaszkowski assumirá a Presidência da Amunesc em 2018

A atual diretoria da Amunesc esteve reunida na