Acusado de furto fica três dias à espera de atendimento

Acusado de furto fica três dias à espera de atendimento

- in São Bento do Sul
2850
0

Ocorrência de tentativa de Furto na Rodovia Deputado Genésio Tureck
Soldados da Polícia Militar foram acionados através do Corpo de Bombeiros que desconfiaram da cena de um fato, em um galpão de uma empresa bem no trevo de acesso ao bairro de Mato Preto.
No galpão um homem de 27 anos foi socorrido pelos bombeiros, que desconfiaram se tratar de um ladrão de fios de cobre.
No local soldados conversaram com o irmão do autor dos fatos, o Sr A. D. M., 27 anos, que informou as soldados que seu irmão estaria desaparecido desde o último sábado dia 01 de setembro de 2018 e que, através de sua cunhada, que obteve informações através de seus filhos e, estes sabiam o verdadeiro local onde seu ex-marido, o Sr E. D. M., 40 anos (autor) estaria.
Através do relato da Sra A. E. M., 42 anos, obteve-se que: segunda-feira à noite o vizinho relatou para seus filhos que deixou o Sr. E. D. M., 40 anos, na frente do galpão em São Bento do Sul, ontem, dia 04 de setembro, veio até a Delegacia de Polícia Civil para informar o desaparecimento de E. D. M., 40 anos, que foi para casa e, hoje, dia 05 de setembro, sua ex-cunhada recebeu uma ligação anônima informando que haviam avistado E. D. M., 40 anos, em cima do galpão, que então a ex-cunhada e a sogra foram até o galpão, a ex-cunhada subiu no telhado e viu que tinha um Eternit quebrado, foi até o local e avistou um trapo e uns pedaços de coisas, que retornou para casa e falou para o irmão A. D. M., 27 anos, sobre o fato então ele veio até o Galpão e viu seu irmão E. D. M., 40 anos, que ele estava fraco, mas falou que não era para chamar nem a policia nem o corpo de bombeiros, A. D. M., 27 anos foi para Campo Alegre conversar com a família e informar que achou E. D. M., 40 anos, então A. E. M., 42 anos, resolveu que era necessário chamar os bombeiros e, só o fizeram quando chegaram novamente no galpão.
O proprietário do local o Sr H. B., 83 anos, esteve no local e observou os produtos da tentativa de furto e também os danos matérias ocorridos em sua propriedade. Tudo indica, pela cena dos fatos, que E. D. M., 42 anos, enquanto furtava os cabos de cobre do sistema de para-raios, quebrou o telhado de fibrocimento e caiu dentro da fábrica vindo a machucar-se.
Pelo fato de estar machucado e, de a empresa possuir grades e cadeados nas portas e janelas E. D. M., 40 anos, não conseguiu fugir do local, vindo a ficar preso no seu interior. O Sr. E. D. M., 40 anos, permaneceu no hospital, portanto não foi conduzido a Delegacia de Polícia, devido a necessidade de realizar procedimentos e cuidados médicos, pois encontrava-se fraco e nada pode relatar dos fatos ocorridos.

Facebook Comments

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

CORRIDAS DO BEM É NESTE DOMINGO

Acontece neste domingo, 23 de setembro, a etapa