350 casas atingidas em alagamentos

350 casas atingidas em alagamentos

- in São Bento do Sul
4276
1

Chuva causa estragos e deixa vias interditadas

Poucas horas de chuva na noite de terça-feira (9) causaram grandes estragos em São Bento do Sul. Diversas ruas do município ficaram alagadas e muitas amanheceram cobertas pela lama. Além disso, várias residências foram atingidas e sofreram danos com as chuvas.

Os trabalhos para desobstrução, recuperação e limpeza das vias iniciaram logo no início da manhã desta quarta-feira (10). A Defesa Civil em parceria com a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos e o Departamento de Trânsito Urbano – DETRU realizaram o mapeamento das regiões atingidas pelas chuvas.

As áreas atingidas em São Bento do Sul foram as regiões norte, leste e oeste, além da área central do município, desde o bairro Lençol até o Centenário. A Defesa Civil ainda está realizando o mapeamento de todas as áreas atingidas.

Até o momento, a Defesa Civil já registrou em torno de 350 residências que tiveram algum tipo de dano causado pelas chuvas, mas que não houve desabrigados.

Devido aos alagamentos, o Posto de Saúde da Urca está sem atendimento nesta quarta-feira (10).

Facebook Comments

1 Comment

  1. Paulo A Accorsi de Godoy

    350 casas atingidas em alagamentos…
    A Defesa Civil em parceria com a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos e o Departamento de Trânsito Urbano – DETRU realizaram o mapeamento das regiões atingidas pelas chuvas
    . A Defesa Civil ainda está realizando o mapeamento de todas as áreas atingidas. 10 De Outubro De 2018

    Tres observações a respeito e indicações de dados adicionais sobre as três considerações ::

    A lei organica principalmente nos artigos 121 e 123 II sugere que a Prefeitura deve desenvolver essas recomendações legais com a finalidade de minimizar os efeitos de alagamentos ( 350 casas compreende aproximadamente l400 pessoas atingidas ).

    A segunda observação é quanto a organização administrativa do Departamento de Defesa Civil. Um exemplo simples e introdutório encontra-se na descrição do cargo de agente de defesa civil. Tanto a descrição sumária ( aquela que traz um resumo das atribuições do cargo) como a detalhada ( o necessário desenvolvimento das tarefas indicadas na descrição sumaria) tem nas três primeiras linhas, idêntica redação. Em outras palavras essa redação sumária Não permite uma compreensão da totalidade do cargo, essencial para avaliações e comparações em uma primeira e importante etapa de trabalhos relacionados com descrições de cargos e avaliações .

    A terceira é quanto ao exemplo da prefeitura de Massaranduba que lançou uma consulta pública podendo ser respondida com o uso de tablets e equipamentos semelhantes. Uma iniciativa semelhante indicaria a percepção da população em diversas situações afetas a Defesa Civil de São Bento do Sul

    Um detalhamento das três propostas é indicado abaixo :
    1)
    LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE SÃO BENTO DO SUL ESTADO DE SANTA CATARINA
    Art. 121 – O município providenciará, com a participação da coletividade, a preservação, a conservação, a defesa, a recuperação e a melhoria do meio ambiente natural, urbano e rural, atendidas as peculiaridades regionais e locais e em harmonia com o desenvolvimento social e econômico

    XIX – implantar um programa de defesa civil, com destaque aos riscos de acidentes meteorológicos,nas indústrias e no transporte;
    Art. 123 – O município citará, na forma do Art.17, um Sistema de Administração da qualidade ambiental, proteção controle e desenvolvimento do meio ambiente e uso adequado dos recursos naturais, integrado ao Sistema Nacional do Meio Ambiente e com a participação da coletividade, com o fim de: I – propor e executar uma política municipal de proteção ao meio ambiente; II – adotar medidas, inclusive financeiras ou tributárias, nas diferentes áreas de ação pública e junto ao setor privado, para manter e promover o equilíbrio ecológico e a melhoria ambiental, prevenindo a degradação em todas as suas formas e impedindo impactos ambientais negativos e recuperando o meio ambiente degradado; III – definir, implantar e administrar espaços territoriais e seus componentes representativos de todos os ecossistemas originais a serem protegidos, sendo a alteração supressão, incluindo os já existentes, permitidas somente por Lei; IV – realizar periodicamente auditorias nos sistemas de controle de poluição e de atividades potencialmente poluidoras: V – informar a população sobre os níveis de poluição, a qualidade do meio ambiente, as situações de risco de acidentes, a presença de substâncias potencialmente nocivas à saúde, na água, no ar, no solo, e nos alimentos, bem como os resultados das monitoragens e auditorias a que se refere o Inciso IV deste Artigo;

    http://www.cmsbs.sc.gov.br/LOM%202014681a.pdf_%3B?id=1

    2) DENOMINAÇÃO DO CARGO: AGENTE DE DEFESA CIVIL

    DESCRIÇÃO SUMÁRIA
    Executar as ações de defesa civil, em diversas atividades, atuando nos eventos danosos e nas situações de calamidades, aplicando as medidas necessárias de socorro, assistenciais e recuperativas.
    DESCRIÇÃO DETALHADA
    – Executar as ações de defesa civil, em diversas atividades, atuando nos eventos danosos e nas situações de calamidade;- Aplicar as medidas necessárias de socorro, assistenciais e recuperativas; – Executar atividades de apoio ao Corpo de Bombeiros, notadamente nas ações de incêndio em mato, de salvamento, enchentes e demais conseqüências de precipitações pluviométricas ou distúrbios meteorológicos acentuados e ainda de preservação de locais atingidos por eventos danosos;- Efetuar atendimento ao público, presencial, via telefone ou por meios eletrônicos;- Dirigir as viaturas da Defesa Civil; Executar outras tarefas correlatas de prevenção que lhes forem atribuídas.

    REQUISITOS:
    Ensino médio completo, com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria “AB” e conhecimento em informática.

    3) Consulta Pública de Percepção Ambiental do Município de Massaranduba/SC
    A Consulta de Percepção Ambiental nos Municípios é uma ferramenta de levantamento de percepção e opinião pública sobre temas ambientais. O objetivo é dar ao nosso município a oportunidade de refletir sobre pontos fortes e desafios da área, para indicar demandas prioritárias a serem atendidas por políticas públicas ambientais no município e convidamos você para participar deste processo!
    Sua percepção sobre nossa cidade contribuirá para que, juntos, possamos cobrar, agir e direcionar políticas públicas e ações que atendam as necessidades locais e regionais, promovendo a melhoria da qualidade de vida para todos.

    A sua participação é fundamental!
    https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeSAHLidGxXy8YE8hMLyzgLVhmVAhkXQ20UDsm7tZOUjUDUKw/viewform

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode querer ler também...

Enne Coisas da Casa preparou a Yellow Friday

Vem aí a data mais esperada do ano